Acesse o novo site


Página inicial » Novidades » Ministério do Comércio Exterior promove oficina em Belém

Ministério do Comércio Exterior promove oficina em Belém

Quinta-feira, 13 de junho de 2013

O Brasil tem cerca de 18 mil empresas que exportam seus produtos para o exterior, sendo que 65% desses produtos são comercializados pelas 100 maiores organizações e 25 deles correspondem a 59% do total da pauta de exportações. Os números foram expostos nesta terça-feira, 11, pela representante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Belquisse Pimentel, durante a oficina “Comércio Exterior”, realizada pelo órgão federal em parceria com Governo do Pará, por intermédio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), em Belém. A programação foi pautada no tema “Oportunidades de Investimentos na Amazônia”.

Belquisse Pimentel enumerou os instrumentos de estímulo à exportação e detalhou o panorama do comércio exterior brasileiro, apontando o intercâmbio de informações entre as regiões como alternativa para solucionar os gargalos do setor. Dentre as ações do Ministério, ela mencionou os programas “Aprendendo a Exportar”, “Encomex”, “Redeagentes” e “1ª Exportação”.

Estratégias - O trabalho com prefeituras, para melhorar o ambiente de negócios, o fomento da cultura de exportação, a atração de investimentos e a prospecção de novos investimentos foram algumas das estratégias apresentadas pelo gerente de Pós-Investimento da Seicom, Augusto Anunciação, ao mencionar, como exemplo, a Mercúrio Correias Transportadoras, empresa com matriz em Jundiaí (SP) e que tem projeto para instalação de uma fábrica em Canaã dos Carajás.

"A empresa já trabalhava para implantar um empreendimento no Maranhão. Foi quando o titular da Seicom, David Leal, entrou em contato com os executivos da organização e apresentou as oportunidades, incentivos, vantagens e ambiente de negócios no Pará. Agora, a empresa já planeja a instalar uma unidade na região. Apesar de ainda termos alguns problemas de infraestrutura, com um trabalho sério e aproveitando as oportunidades, podemos mudar esse quadro”, acrescentou Anunciação.

Capacitação - A representante do Ministério concorda que atrair esses investimentos podem ajudar na solução de problemas que se tornam verdadeiros gargalos à produção. "Creio que o investimento em projetos de infraestrutura e logística trará um grande benefício para os exportadores paraenses, pois eliminarão um dos grandes entraves ao desenvolvimento do país, que é ausência de infraestrutura. A Região Norte tem muito potencial e ainda tem muito a crescer”, ressaltou Belquisse.

O encontro, organizado com o objetivo de estimular novas oportunidades de negócios, bem como a modernização ou expansão dos já existentes, teve o apoio do Banco da Amazônia, Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Pará (CIN-Fiepa), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PASa) e Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos.

Texto:

Sergio Augusto - Seicom
Fone:  / (91) 8111-5302
Email: sergioaugustonews@gmail.com

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração

Rua Curuçá, 555 (entre José Pio e Manoel Evaristo) CEP: 66050-180 Belém - Pará
Fone: (91) 3110-2550
Site: http://www.secom.pa.gov.br Email: gabineteseicom@gmail.com

« Voltar | Imprimir